Motoristas responderão por transporte ilegal

Motoristas responderão por transporte ilegal.
Motoristas responderão por transporte ilegal.

Cerca de 50 carretas com produtos florestais foram abordadas na localidade do Trevo do Lagarto, em Várzea Grande, até o Posto Fiscal Flávio Gomes, na BR-364, em Cuiabá, por policiais da Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema), fiscais Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), e do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea).

A fiscalização iniciou ainda na madrugada do dia 26 de março com objetivo de coibir o transporte ilegal de madeiras. Os motoristas foram parados e tiveram a carga checada e a documentação conferida com o produto transportado.

Nas abordagens, duas carretas bi-trem, uma com placa do estado de Rondônia, e outra de Sinop, todas carregadas com madeiras, foram apreendidas e os produtos encaminhadas ao pátio do Instituto de Pesos e Medidas de Mato Grosso (Ipem-MT). Foram depositados no pátio cerca de 90 metros cúbicos de madeira, que será submetida a perícia.

Os motoristas foram conduzidos à Delegacia do Meio Ambiente e responderão termo circunstanciado de ocorrência (TCO), por transporte ilegal de madeiras, em razão das espécies levadas serem diferentes do que constava na Guia de Transporte de Produto Florestal (GTF) e nas notas fiscais.

O delegado da Dema, Gianmarco Paccola Capoani, informou que foi montando barreiras para monitoramento de carretas que desviam da Rodovia dos Imigrantes, para não passar pela fiscalização. “Montamos duas equipe, um itinerante e outra no posto fiscal Flávio Gomes. Este é o início de várias operações que serão realizadas em 2015”, disse.

Fonte: Mídia News