Entidade, recém criada, vai divulgar estatísticas mensalmente através do Cenários Ibá

industria-arvoresA Indústria Brasileira de Árvore (Ibá), associação que representa os produtos originários do cultivo de árvores plantadas no País: painéis e pisos de madeira, celulose, papel, florestas energéticas e biomassa, além dos produtores independentes de árvores plantadas, divulgou a primeira edição do Cenários Ibá.

Todos os meses, o boletim trará dados de desempenho dos segmentos de celulose, painéis de madeira e papel – produção, vendas domésticas, exportações e importações –, mostrando variações em relação ao mesmo mês do ano anterior e o resultado no acumulado do ano, entre outras informações. O Cenários Ibá pode ser baixado em PDF através do site Iba.org.

Os principais resultados do setor de árvores plantadas de janeiro a maio deste ano são:

Produção – De janeiro a maio de 2014, a produção de painéis de madeira totalizou 3,2 milhões m3, o que representa crescimento de 1,1% em relação ao mesmo período de 2013. A produção de celulose, nos cinco primeiros meses deste ano, somou 6,5 milhões de toneladas, registrando aumento de 5,6% em relação ao acumulado correspondente em 2013, quando foram produzidas 6,2 milhões de toneladas. Em relação ao segmento de papel, a produção de janeiro a maio totalizou 4,3 milhões de toneladas, com variação de 0,7% em relação ao mesmo período de 2013.

Balança Comercial – Nos cinco primeiros meses de 2014, a receita de exportações de celulose, painéis de madeira e papel somou US$ 3,1 bilhões, o que representa um crescimento de 4,3% na comparação com o mesmo período de 2013, quando o total foi de US$ 2,9 bilhões. No acumulado dos cinco primeiros meses de 2014, o saldo da balança comercial é de US$ 2,3 bilhões, o que mostra crescimento de 7,7% em relação ao mesmo período de 2013.

Volumes comercializados – De janeiro a maio, o volume de celulose exportado teve alta de 10,5%, totalizando 4,2 milhões de toneladas. No mesmo período do ano passado, foram 3,8 milhões de toneladas exportadas.

Em relação às importações destaca-se a queda no volume de painéis de madeira que chegaram ao País. Foram 413 mil m3, o que corresponde a -30,5% em relação ao volume importado mesmo período de 2013, ou seja, 594 mil m3.

Também foi registrada queda de 4,6% nas importações de papel nos cinco primeiros meses deste ano. No total, foram importadas 520 mil toneladas, enquanto no mesmo período de 2013 foram 545 mil toneladas. Somente em relação ao papel de imprimir e escrever, a queda foi de 13,5%.

Fonte: Painel Florestal