O motivo é a queda na demanda por papel

fechadoNa semana passada, a International Paper (IP) anunciou que vai fechar sua maior fábrica de papel nos Estados Unidos, que fica em Courtland, e transferir mais de mil funcionários. Com uma folha de pagamento de US$ 86 milhões, a fábrica é a maior empregadora do distrito rural de Lawrence.

O motivo é a queda na demanda por papel num mundo cada vez mais digital. A capacidade da empresa será reduzida em um terço ou 950 mil toneladas por ano, na maioria papel revestido usado em máquinas copiadoras e outra parte de papel usado em revista. A fábrica, que tem 42 anos, será fechada até o fim de março de 2014. “Foi uma decisão muito difícil”, disse Tim Nicholls, vice-presidente sênior da área de papel para impressão e comunicação. “Exploramos várias opções de negócios, mas concluímos que fechá-la permanentemente é o que melhor nos posiciona para o futuro”, acrescentou.

A International Paper responde por cerca de 25% da capacidade de produção de papel não revestido dos EUA. A última fábrica que a International Paper fechou foi a de Franklin, na Virgínia, em 2010. Enquanto isso, a demanda está crescendo no Brasil, China, Rússia e outros países em desenvolvimento, onde a companhia vem aumentando sua capacidade. No Brasil, ela tem três unidades: duas fábricas de papel e celulose em São Paulo e uma de papel no Mato Grosso do Sul.

Fonte: Painel Florestal