Com o avanço no desenvolvimento da norma do sistema construtivo wood frame, indústria da madeira se prepara agora para normalizar a madeira serrada, produto que tem grande participação na construção

Curitiba (PR) recebe na próxima terça-feira, 31, reunião da Comissão de Estudos (CE) da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) para avançar no desenvolvimento da norma técnica para madeira serrada. Estarão em pauta terminologia da norma geral, além das partes 1 (requisitos) e 2 (métodos de ensaio) da norma de madeira serrada para construção civil. Os projetos de normas serão desenvolvidos de acordo com o uso, incluindo, além da construção, embalagens, móveis, transportes e uso geral.

Na avaliação da Associação Brasileira da Indústria de Madeira Processada Mecanicamente (Abimci), a consolidação do conteúdo da norma técnica vai proporcionar a necessária padronização do uso da madeira serrada no Brasil, para os diversos fins, em especial na construção civil. De acordo com a Associação, a madeira serrada, de uso estrutural ou não, é um dos principais produtos  utilizados no sistema construtivo wood frame, que também está passando por um processo de normalização. Dados divulgados pelo Estudo Setorial da entidade mostram que do total da produção nacional, 80% é destinada ao mercado interno, sendo a maior parte empregada na construção civil.

“Daremos um grande passo, porque desde a publicação da norma de desempenho da construção civil, a NBR 15.575, há a necessidade de que todo produto ou componente construtivo seja normalizado. Garantir a conformidade aos produtos contribuirá para o aumento do uso da madeira no mercado nacional e a possibilidade de inserir os produtos madeireiros no escopo de financiamento junto a órgãos oficiais”, afirma o superintendente executivo da Abimci, Paulo Pupo.

Todo profissional ou instituição interessada no tema pode participar da reunião. Informações sobre a participação podem ser obtidas pelo email cb31@abnt.org.br.

Fonte: Madeira e Construção