Conjunto de técnicas traz melhorias na gestão e produção das propriedades, inclusive para a silvicultura

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento pretende criar projetos pilotos de Agricultura de Precisão em todo o país, em 2012. Com a medida, o Mapa quer estimular a utilização das técnicas e criar projetos adequados às necessidades de cada região. Para isso, serão realizados workshops, projetos de transferência de tecnologia, elaborados boletins e material de divulgação, discussões sobre padronização eletrônica entre máquinas e equipamentos, entre outras ações. Todas elas focadas, principalmente, em pequenos e médios produtores.

A Agricultura de Precisão é uma das ferramentas escolhidas pela Coordenação de Acompanhamento e Promoção da Tecnologia Agropecuária (CAPTA) para promover o desenvolvimento sustentável e a competitividade do agronegócio em beneficio da sociedade brasileira. A aplicação desta tecnologia vai além das atividades agrícolas, pois tem um grande potencial para a área de zootecnia, na gestão hídrica e na silvicultura.

Das técnicas baseadas em uma Agricultura de Precisão, a mais citada é a aplicação de insumos de forma localizada – taxa variável. Ela trata de maneira diferente cada metro quadrado da propriedade, permitindo a aplicação dos insumos agrícolas no local correto e nas quantidades adequadas. A diferenciação é possível com a tecnologia do Sistema de Posicionamento Global – GPS que registra a necessidade específica do solo e controla a colocação do adubo por computador a bordo da máquina. Esta técnica faz com que não haja excesso e nem falta do fertilizante, fato corriqueiro quando utilizada a dosagem média para toda lavoura.

Na pecuária, um dos modelos desenvolvidos para gado leiteiro é o programa “Balde Cheio”. A técnica consiste em utilizar racionalmente os recursos naturais do ambiente e aproveitar o potencial genético de cada animal. O pasto é dividido em piquetes onde é determinado a sequência e o período que o animal irá permanecer em cada piquete. A alimentação é calculada para cada animal.

Grupo de discussão

Os representantes da Câmara Temática de Insumos Agropecuários do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento aprovaram a criação do Grupo de Trabalho sobre Agricultura de Precisão. O objetivo é promover a disseminação e padronização das técnicas, criar um diagnóstico das potencialidades e desafios, perceber a capacidade produtiva da indústria de maquinas e implementos e discutir as inovações tecnológicas para diminuição dos impactos ambientais. A intenção é reunir, além dos produtores que já utilizam as técnicas, representantes de vários setores do pequeno, médio ou grande agronegócio brasileiro.

Fonte: Agrolink/CNA