MOGNO AFRICANO – KHAYA SENEGALENSIS

mogno-africano-senegalensisO Khaya Senegalensis é uma espécie heliofita, ideal para compor projetos de reflorestamento comercial e para compor projetos de consórcios com café, banana, cacau, goiaba e citrus, seringueira, e pode ser usada também em  consórcios com pastagens. É uma árvore extrema beleza,  de porte elevado, em terrenos com boa nutrição e condições satisfatórias de umidade, pode chegar as 50m de altura. O seu tronco é retilíneo.  Espécie ideal para plantio em regiões com índices pluviométricos compreendidos entre 800 a 1600 mm de chuvas por ano, responde bem a irrigação.

Pertence a família das meliáceas, sendo portanto da mesma família do cedro australiano, do mogno indiano(chukrásia tabularis), do nim e da andiroba. Sua madeira é de excelente qualidade, tem coloração avermelhada, sendo fácil de trabalhar , tem elevada durabilidade, com usos na indústria moveleira de luxo, construção naval, na indústria de instrumentos musicais , e tem grande demanda nos países da Europa e Asia.

Sua ocorrência natural é: África Ocidental, Costa do Marfim, Gana, Togo, Nigéria e Sul de Camarões.

No Brasil está apresentado um excelente desenvolvimento nas regiões Centro-Oeste , Nordeste e Sudeste , onde está apresentando os melhores resultados. Para Região Sul, o Khaya Niasyca e Anthotheca são mais indicados  por serem mais tolerantes a baixas temperaturas.

KHAYA YVORENSIS OU KHAYA IVORENSIS

mogno-africano-ivorensisO Mogno Africano – Khaya Yvorensis (ivorensis)é  originário  da África Ocidental; Costa do Marfim; Sul de Camarões; Nigéria ; Togo e Gana, é mais comum de ser encontrado nas zonas de alta pluviosidade da Floresta Alta, localiza a partir da Costa do Marfim E Gabão. Em Gana  é encontrada em floresta ombrófila densa,  e em zonas úmidas semidecídua. Uma espécie que tolera sombreamento, na fase jovem, é resistente ao ataque da broca da ponteira.

O Mogno Africano Khaya Ivorensis por ser nativo de regiões de clima quente e com alto índices de chuvas, tem seu desenvolvimento melhorado em regiões onde o índices de chuvas são superiores a 1 400mm anuais. A espécie é muito sensível ao frio, devendo seu plantio ser evitado nas localidades onde os invernos são muito frios. Em solos áridos onde os índices de chuvas fica abaixo de 1200 mm anuais, a variedade Ivorensis não é a mais indicada, porque esta espécie é provida de folhas grandes, e com a longa estiagem do inverno,  perderá muita água pelas folhas,  prejudicando assim o seu desenvolvimento.

Esta espécie pode ser usada com sucesso para plantios em consórcio com outras espécies nobres também de crescimento rápido, podemos sugerir para este consórcio: o mogno indiano (chukrásia tabularis), o neen indiano; a acácia mangium; o cedro australiano; o cedro indiano; o guanandi; o paricá e o pau de balsa, etc. Está espécie pode ser usada em sombreamentos de lavouras cafeeiras, em consórcios com banas, goiaba, cacau, seringueira e outras,  e na Integração Lavoura-Pecuária-Floresta, a iLPF.

O Mogno Africano – Khaya Yvorensis (Ivorensis)é uma árvore de porte elevado e tronco reto, em plantios bem manejados e em solos com boa fertilidade e boas condições hídricas, pode alcançar os 40m de altura e diâmetro superior a 1,00 m na altura do peito.

A madeira do Mogno Africano – Khaya Yvorensis (Ivorensis) é usada na fabricação de móveis de luxo, usos na indústria naval e acabamentos interiores de construções.

A InvestAgro disponibiliza plano para plantio comercial desta espécie  com informações de custos de plantio, comercialização nacional e internacional, manejo e índices de retorno sobre o investimento.

Comercializamos mudas de árvores nobres (Cedro Australiano, Mogno Africano, Guanandi, Teca, Acácia Mangium, entre outras), entre em contato pelos telefones abaixo.

Entre em contato clicando no link FALE CONOSCO e saiba de mais informações ou pelos telefones: (34) 3084-8446 e (34) 9147-9310.