Governo vai investir R$8,5 milhões para compensar proprietários de áreas rurais que mantém florestas nativas intactas

psaO Governo do Paraná vai investir R$8,5 milhões para compensar financeiramente proprietários de áreas rurais que mantém florestas nativas intactas, ou que por um uso de solo responsável contribuem com a disponibilidade hídrica e com a manutenção da qualidade das águas.

A ação faz parte do programa Bioclima que também prevê o Pagamento por Serviços Ambientais (PSA) para aqueles que auxiliam na mitigação das mudanças climáticas. Os recursos serão depositados no Fundo Estadual do Meio Ambiente (FEMA), em uma conta específica para o Biocrédito.

Como vai funcionar

De acordo com a Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, o PSA começará com o pagamento dos proprietários de Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPN).

Ao todo, 222 proprietários de RPPNs do Paraná serão convidados a participar do Programa, ocasião em que serão remunerados anualmente na proporção de sua contribuição para a preservação de espécies, para a regeneração de áreas de florestas e para a conectividade com outros maciços florestais, entre outros componentes.

Incontestavelmente é um grande avanço, já que o PSA é defendido por ambientalistas e técnicos dos órgãos ambientais há mais de dez anos.

Fonte: Painel Florestal