Bastante conhecidos no Brasil, o queijo, café e a cachaça artesanal são produtos-chave do agronegócio mineiro

Bastante conhecidos no Brasil, o queijo, café e a cachaça artesanal são produtos-chave do agronegócio mineiro. Pensando em divulgar a qualidade, as potencialidades e a diversidade da produção agrícola mineira, durante os eventos desportivos que acontecerão no País, nos próximos anos, a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (FAEMG) idealizou o Projeto Origem Minas.

De acordo com o Coordenador da Assessoria Técnica da FAEMG, Pierre Santos Vilela, o Estado ocupa lugar de destaque nesse cenário, graças a sua forte economia e a vários diferenciais estratégicos, como localização, infraestrutura e ambiente de negócios desenvolvido. Por isso, a entidade buscou o Sebrae-MG e do Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Agricultura e Secretaria da Copa no Estado, para a implantação do Origem Minas.

“Entendemos que divulgar o agronegócio mineiro a partir dos negócios gerados pelos grandes eventos irá trazer muitos benefícios para o setor”, destaca o Vilela, referindo-se à Copa das Confederações; à Copa do Mundo de 2014, cuja capital mineira, Belo Horizonte, é uma das 12 cidades-sede, e aos Jogos Olímpicos de 2016.

O projeto Origem Minas visa ainda à criação de oportunidades de negócios e de fortalecimento de relações com compradores nacionais e estrangeiros para toda a cadeia produtiva.

O coordenador explica que, inicialmente, haverá uma pesquisa junto à rede hoteleira de Belo Horizonte para que seja desenvolvido o plano de ação do projeto, que foi pautado em três eixos: promoção, capacitação e comunicação.

O primeiro é o mapeamento de eventos estratégicos para a promoção dos produtos originários de Minas Gerais, que também serão demonstrados em hotéis, feiras e eventos nacionais e internacionais. O segundo é a capacitação de produtores, entidades e cooperativas que terão a oportunidade melhorar ainda mais a qualidade e a capacidade de atendimento. O terceiro eixo é o da comunicação, com a definição de estratégias para a divulgação do projeto na mídia especializada nacional e internacional, nas mídias sociais.

Os produtores rurais, agroindústrias, cooperativas, associações e sindicatos de Minas Gerais interessados em participar do projeto obtêm todas as informações disponibilizadas no site www.origemminas.org.br .

Fonte: Canal do Produtor