O Programa Mais Árvores é originário do Programa Mais Floresta, desenvolvido pela Federação da Agricultura e Pecuária do Mato Grosso do Sul (Famasul), desde 2011

silvipastorilO Programa Mais Árvores foi elaborado pela Comissão Nacional de Silvicultura e Agrossilvicultura da Confederação Nacional de Agricultura (CNA) para atendimento à demanda de pecuaristas e agricultores que queiram investir na atividade florestal como alternativa na sua propriedade e precisam de conhecimento técnico sobre mercado, plantio e manejo de sua floresta, e também os silvicultores que já possuem a atividade florestal como principal renda, porém objetivam obter melhores resultados de produtividade e lucro . A capilaridade do Sistema CNA em todos os estados do Brasil, por meio das Federações da Agricultura, faz com que o Programa Mais Árvores possa ser aplicado em todas as regiões produtores de florestas no Brasil, para atendimento direto aos produtores rurais por meio dos Sindicatos Rurais.

A Advocacia Geral da União (AGU) em seu parecer nº 01/2008, ao limitar a aquisição de terras por estrangeiros, obrigou muitas empresas de base florestal a procurar alternativas para manter sua produção. Até mesmo as empresas que não possuem capital estrangeiro passaram a procurar alternativas devido à elevação do custo da terra, observada nos últimos anos.

O Programa Mais Árvores surge como a melhor alternativa técnica e financeira para os programas de fomento florestal de cooperativas, empresas, e produtores rurais independentes que possuem limitações de produção e produtividade, e queiram diversificar sua propriedade.

O Programa Mais Árvores é originário do Programa Mai$ Floresta, desenvolvido pela Federação da Agricultura e Pecuária do Mato Grosso do Sul (Famasul), desde 2011.

Período de Execução do Programa: Julho de 2014 a Agosto de 2015

Objetivo Geral: Incentivar o produtor rural, o plantio de florestas comerciais para usos múltiplos, com tecnologia aplicada.

Objetivos Específicos:

• Realizar workshop nas Federações de Agricultura para incentivo ao plantio tecnificado de florestas comerciais;

• Conhecer o nível de informação do produtor rural sobre as culturas florestais;

• Fornecer informações sobre as técnicas adequadas de plantio e manejo para obtenção de alta produtividade;

• Fornecer informações sobre a viabilidade econômica dos projetos florestais;

• Melhorar a qualidade dos plantios e manejo de florestas comerciais nas propriedades rurais;

• Aumentar a área plantada com florestas comerciais;

• Aumentar a demanda por treinamentos técnicos do SENAR;

• Aumentar a renda no campo;

• Incentivar a diversificação das atividades rurais;

• Disponibilizar informações técnicas sobre gestão da propriedade rural.

Workshop: A agenda de workshops será divulgada em breve.

Fonte: Canal do Produtor