Evento será realizado pela Famasul e Embrapa Floresta

Madeira

O Brasil é um dos principais usuários mundiais de madeira para energia. A estimativa é que mais da metade de toda matéria-prima usada no país é utilizada para essa finalidade. Pensando nesta utilização de fontes energéticas, a tecnologia será um dos assuntos abordados na palestra que será ministrada pelo pesquisador da Embrapa Floresta, Antônio Bellote, no Seminário ‘Biomassa e Madeira Nobre: Novas oportunidades de negócios’, que acontecerá nos dias 13 e 14 de novembro, na sede da Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS, em Campo Grande.

O uso de fontes energéticas renováveis e ambientalmente mais corretas na produção é o grande desafio não só do país como do mundo. “Novidades como o Bio-óleo, que é o líquido extraído de árvores e utilizado principalmente como combustível para a geração de energia elétrica, e a lignina, que é uma molécula presente em praticamente 25% da madeira do eucalipto e indicada como alternativa para a indústria de papel e celulose, serão apresentados como fonte de energia para os próximos anos”, explica Bellote.

Este é um dos pontos da apresentação que terá também assuntos como o uso tradicional da madeira (carvão e lenha) e a matriz energética nacional com a efetiva participação desta matéria-prima. Outra abordagem da palestra será o uso da madeira nos diversos setores produtivos entre eles, no agronegócio.

Antônio Bellote é agrônomo pela Universidade de São Paulo – USP e tem doutorado na Alemanha pela Faculdade de Ciências Florestais – Universitaet Freiburg (Albert- Ludwigs). Atualmente é pesquisador III da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária e Líder do Projeto em Rede da Embrapa “Florestas Energéticas – Produção e conversão sustentável de biomassa em energia”. Participou em mais de 160 publicações técnicas, sendo a maioria na área florestal.

Mais Floresta – O seminário ‘Biomassa e madeira nobre: novas oportunidades de negócios’ faz parte do programa Mais Floresta, desenvolvido pelo Senar/MS – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural. O evento apresentará perspectivas e oportunidades da cadeia produtiva da madeira com a união de espécies de ciclo curto, médio e longo para produtores rurais, empresários, investidores, profissionais liberais e técnicos, além de outros segmentos da sociedade. O objetivo é consolidar o potencial regional para atividades ligadas à silvicultura no Mato Grosso do Sul.

O primeiro dia do evento (13) consistirá num ciclo de palestras realizado na sede da Famasul. A segunda etapa do evento (14) é um dia de campo, com apresentação de máquinas, equipamentos e produtos para o plantio de eucalipto e mogno e processos de plantio, na sede da Embrapa Gado de Corte. Para mais informações, acesse: http://senarms.org.br/projetos/mais-floresta/

Fonte: Canal do Produtor