O tamanho do seu plantio, não muda o tamanho da nossa dedicação.
34 9.9147-9310
Seg - Sex: 08:00 - 18:00
04 maio 2017

Saiba os tipos de biomassa usados na geração de energia

Os pellets correspondem a um combustível sólido de granulado de resíduos de madeira prensada, proveniente de desperdício do material

Uso de pellets cresce do Brasil

A preocupação em encontrar combustíveis cada vez menos poluentes faz da biomassa uma alternativa para gerar energia sem prejudicar o planeta. Considerada um recurso natural renovável, a biomassa é uma matéria biológica que serve como base para a produção de energia a partir da decomposição de resíduos orgânicos. Como exemplo temos madeira, cana de açúcar, restos de alimentos, casca de arroz, casca de coco e eucalipto.READ MORE

15 jun 2016

Uso cada vez maior de biomassa tem gerado mais serviços de consultorias para indústrias

Setores industriais paranaenses têm buscado institutos do Senai para uso sustentável de matéria orgânica na geração de energia

A demanda para exportação de pellets tem aumentado
A demanda para exportação de pellets tem aumentado

Para evitar a poluição e realizar uso racional e sustentável de matérias-primas, empresas têm buscado alternativas para que matérias orgânicas não degradem o meio ambiente e sejam utilizadas como biomassa na geração de energia. Para isso, as indústrias têm recorrido a consultorias de institutos e organismos especializados tanto na área de meio ambiente quanto em energia.

No Paraná, os institutos Senai de Tecnologia em Meio Ambiente e Química e Celulose e Papel têm sido procurados para estudos de viabilidade técnica e econômica para uso de biomassa. Esse tipo de energia será tema do Congresso Internacional de Biomassa, que ocorre nos dias 15 e 16 de junho, no Campus da Indústria, em Curitiba.

Matéria orgânica formada por substâncias de origem animal e vegetal, como cascas de frutas, esterco, madeira, restos de alimentos, resíduos agrícolas e florestais, a participação da biomassa na matriz energética brasileira é da ordem de 31% e a tendência é de crescimento, segundo o consultor técnico de negócios do Instituto Senai de Tecnologia em Meio Ambiente e Química, Adilson Luiz de Paula Souza.

Ele alerta que, mesmo quando os processos estão equilibrados, ainda há geração de resíduos orgânicos. “Frente a esta geração buscamos alternativas técnicas e tecnológicas visando agregar valor a estes resíduos, através de consultorias e orientações ambientais e da aplicação dos conceitos de eficiência energética”, diz.

Além de estudos de viabilidade técnica e econômica recebidos, cursos e treinamentos também se mostram importantes, segundo o professor Rodrigo Zawadzki, técnico de ensino da unidade CIC do Senai no Paraná. Ele ainda cita projetos na área de biogás como alguns dos trabalhos realizados pelo instituto e que apontam para a procura do setor energético frente à produção de matéria orgânica. “A biomassa pode ser encarada como uma fonte de energia limpa e sustentável, como as tecnologias de aproveitamento”, completa.

Celulose e Papel

Na indústria de celulose e papel, também é grande a demanda por estudos de viabilidade técnica e econômica para utilização de biomassa. Adriane de Fátima Queji de Paula, coordenadora de Serviços Tecnológicos e Inovação do Instituto Senai de Tecnologia em Celulose e Papel, explica que a principal matéria-prima utilizada na fabricação de celulose é a madeira. “Por isso, o instituto trabalha desde a parte florestal até o produto final”.

O instituto desenvolveu, entre outros, um estudo para uma cooperativa paranaense para a produção de briquetes – produto feito a partir da compactação de resíduos, como serragem e restos de madeira – utilizando árvores inteiras. “Para produzir a celulose e, na sequência, o papel, faz-se necessária energia térmica e elétrica. Portanto, faz-se necessária a produção de vapor d’água e, para isso, precisa de um combustível para queimar nas caldeiras. As caldeiras de forças queimam biomassa (especificamente cavacos de madeira e casca de madeira)”, diz Adriane.

Congresso

O Congresso Internacional de Biomassa (Cibio) ocorre nestas quarta (15) e quinta-feira (16), no Campus da Indústria, da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), no bairro Jardim Botânico. Conta com a participação de especialistas dos institutos Senai de Tecnologia em Celulose e Papel e Meio Ambiente e Química. O evento é de grande importância para o setor industrial, pois se buscam saídas para tecnologias limpas na geração de energia elétrica no Brasil. Nos dois dias, estarão presentes entidades e associações do Brasil e do mundo ligadas à biomassa.

Fonte: Sistema FIEP

toc dep | giam can nhanh