O tamanho do seu plantio, não muda o tamanho da nossa dedicação.
34 9.9147-9310
Seg - Sex: 08:00 - 18:00
20 jun 2013

Tropical Flora realiza 8° workshop repleto de novidades

O tema desta edição será “Espécies potenciais, Implantação, manejo florestal e potencial econômico da atividade no Brasil”

Pedro Ciriello, presidente da Tropical Flora
Pedro Ciriello, presidente da Tropical Flora

Tudo sobre madeira nobre! A Tropical Flora realiza nos dias 3 e 4 de agosto o 8º workshop em Garça, interior de São Paulo. Com o tema “Espécies potenciais, implantação, manejo florestal e potencial econômico da atividade no Brasil”, os palestrantes vão mostrar as tendências de mercado, como investir corretamente em madeira nobre e faturar em uma área da silvicultura cuja tendência é de ascensão.

Para Rodrigo Ciriello, diretor comercial da reflorestadora, a economia verde proporciona alta rentabilidade no setor florestal e prepara o produtor rural para uma aposentadoria com tranquilidade, sem especulação ou mitos que não se comprovam no dia a dia. “Desenvolvemos um conceito de floresta comercial produtiva com espécies de madeira nobre e em uma área de 500 hectares e estudamos 40 espécies. O diferencial da Tropical Flora é a pesquisa e a parceria com as universidades e organismos de pesquisa, tendo como resultado final a madeira nobre propícia para cada solo e clima brasileiro”, disse Ciriello.

A abertura do workshop será feita pelo presidente da Tropical Flora, Pedro Ciriello, empresário empreendedor no setor, que fará um histórico sobre o desenvolvimento da reflorestadora – hoje referência no fornecimento de mudas de madeira nobre. No entanto, diversos temas serão abordados, como, por exemplo, “seleção de espécies e etapas básicas de implantação de projetos florestais”, com destaque para espécies como mogno africano, teca, guanandi e jequitibá rosa.

Os participantes também vão conhecer, por meio de uma palestra de Rodrigo Ciriello, “a área de atuação da Tropical Flora, com seus produtos e serviços florestais”, que também vai apresentar a Associação Brasileira de Produtores de Madeira Nobre. Outros temas serão apresentados em forma de palestra por profissionais gabaritados no setor florestal, como a “clonagem de mudas florestais, perspectivas e mitos do setor”, “a Integração Lavoura, Pecuária e Floresta”, com base nos estudos mais novos estudos da Embrapa, “as técnicas de manejo florestal para produção de madeira para serraria e viabilidade econômica” e “as perspectivas econômicas do mercado florestal de madeira nobre”.

No domingo, 4 de agosto, os participantes do workshop terão um dia de campo e poderão conhecer o plantio de madeira nobre. De acordo com Rodrigo Ciriello, o público – que será composto por empresários, produtores rurais, pesquisadores – terá a possibilidade de conhecer os plantios consorciados de madeira nobre com culturas agrícolas. No caso da Tropical Flora, há dois modelos que apresentaram resultados muito lucrativos, com destaque para o guanandi com pupunha e mogno africano com café, além de uma demonstração de preparo de solo, plantio, adubação, podas e desbastes de algumas espécies florestais.

Serviço: 8º Workshop sobre reflorestamento comercial de madeira nobre, nos dias 3 e 4 de agosto, no auditório Fioravanti Ciriello, na Fazenda São Gabriel, em Garça, interior de São Paulo. Mais informações podem ser obtidas no site do evento www.workshoptropicalflora.com.br ou direto pelo telefone (11) 4992-1228.

Fonte: Painel Florestal
05 mar 2013

Cedro Australiano

cedro-australiano

O Cedro Australiano, produz madeira de boa qualidade

O Cedro Australiano, árvore nativa das regiões tropicais da Austrália, trazida para o Brasil, com o objetivo de recompor projetos de reflorestamentos, pertence a família das meliaceae, é uma espécie de crescimento rápido, possui tronco reto, podendo atingir 40m de  altura e até 2,00 de diâmetro em solos com boa fertilidade . Desenvolve-se melhor em altitudes compreendidas entre 500 e 1500m de altura e com índices de chuvas acima de 1100 mm , prefere solos com ph entre 5.5 a 7,00.  A expectativa de corte para plantios bem manejados  é a partir de 11 anos.  O Cedro Australiano tem ainda a capacidade de rebrota de até 4 vezes, isto reduz os custos, porque não é necessário plantar nova muda e faz com que a atividade produtiva da árvore chegue aos 30 anos.

O Cedro Australiano, produz madeira de boa qualidade, na cor avermelhada, considerada nobre para fabricação de móveis finos; confecção de instrumentos musicais e acabamentos internos em construção civil. Uma árvore bem formada após 11 anos, pode render mais de 1 metro cúbico de madeira serrada, sendo portanto um excelente investimento, uma verdadeira “ poupança verde “.

O Cedro Australiano tem um processo natural de “autopoda”. Isto é,  expulsa as folhas mortas que, uma vez no solo, servem como fertilizante para própria árvore e outras da mesma área. Esta espécie é muito indicada para sombreamento de lavouras cafeeiras ,  para plantios em sistemas de mosaicos  com outras espécies de crescimento rápido . Podemos citar como exemplo algumas espécies de árvores nobres para consórcio: o cedro indiano; a acácia mangium; o mogno nacional ; o mogno africano; o neen indiano, a teca  e outras mais.
É uma espécie que pode ser usada com sucesso na Integração Lavoura-Pecuária-Floresta, a iLPF.

A InvestAgro disponibiliza plano para plantio comercial desta espécie  com informações de custos de plantio, comercialização nacional e internacional, manejo e índices de retorno sobre o investimento.

Comercializamos mudas de árvores nobres (Cedro Australiano, Mogno Africano, Guanandi, Teca, Acácia Mangium, entre outras), entre em contato pelos telefones abaixo.

Entre em contato clicando no link FALE CONOSCO e saiba de mais informações ou pelos telefones: (34) 3084-8446 e (34) 9147-9310.