O tamanho do seu plantio, não muda o tamanho da nossa dedicação.
34 3084-8446 | 34 9.9147-9310
Seg - Sex: 08:00 - 18:00
06 ago 2014

IBF afirma que plantio de mogno africano crescerá no Brasil

Em Barão de Monte Alto, Minas Gerais, estão sendo cultivados 50 hectares da madeira nobre

mogno-africano-senegalensisCom porte elevado, bom incremento e alta densidade, o Mogno Africano é atualmente uma das madeiras nobres mais rentáveis para investidores e produtores rurais. Seu cultivo tem se difundido cada vez mais no Brasil, motivado pela crescente demanda do mercado por qualidade e alternativas ao uso ilegal de árvores nativas.

A madeira tem um tom castanho avermelhado de admirável beleza e é comumente usada em movelaria, construção civil, naval e para fins ornamentais. A muda possui grande capacidade de adaptação e tem alcançado bons resultados em todo território nacional, mesmo em áreas secas, úmidas e até sujeitas a ocorrência de geadas.

O Instituto Brasileiro de Florestas (IBF) fomenta este tipo de plantio e oferece um vasto leque de serviços que auxiliam o produtor em todas as etapas necessárias, desde os materiais e insumos para produção da muda, apoio técnico através de cursos de capacitação, até a manutenção e consolidação da floresta.

Em Barão de Monte Alto, Minas Gerais, estão sendo cultivados 50 hectares de Mogno Africano, cujo projeto florestal e o fornecimento das mudas são coordenados por Higino Martins Aquino, diretor de desenvolvimento do IBF. Para ele, o sucesso da cultura está relacionado principalmente às atividades pré-operacionais, como a análise do solo, atividades de correção, alinhamento técnico e acordo operacional com a equipe de implantação.

Aquino explica que, na sequência, são realizadas as etapas de combate às formigas urupuás e cupins, retirada de competidores com a capina química total, calagem, gradagem, subsolagem parcial, sulcagem, fosfatagem, construção de aceiros, aplicação de inseticida pré-plantio, demarcação e abertura de covas.

O próximo passo acontece depois de 6 meses, com a manutenção periódica, que contempla várias das atividades desenvolvidas anteriormente e também a poda de ramos laterais, os desbastes, o serviço de apoio técnico e a mensuração florestal, que deve ser realizada anualmente. Por fim, há o carregamento, desdobramento, secagem, transporte e venda da madeira. Para garantir o melhor resultado, é essencial que toda a operação seja orientada por especialistas.

“Em 1 hectare de florestas, a estimativa de investimento gira em torno de R$ 15 mil na implantação, chegando a 27 mil reais ao longo do ciclo e pode gerar uma receita de mais de R$ 500 mil no corte final. É uma cultura de alto valor agregado” destaca Aquino. O investimento é considerado de longo prazo, pois o corte acontece entre o 15º e 18º ano, porém de rápido retorno comparado a outras lavouras florestais nobres, já que entre o 3º e 4º ano de plantio o valor de mercado da terra se multiplica, devido à raridade da madeira e à procura nacional e internacional por parte de empresários do ramo madeireiro.

A InvestAgro disponibiliza plano para plantio comercial desta espécie  com informações de custos de plantio, comercialização nacional e internacional, manejo e índices de retorno sobre o investimento.

Comercializamos mudas de árvores nobres (Cedro Australiano, Mogno Africano, Guanandi, Teca, Acácia Mangium, entre outras), entre em contato pelos telefones abaixo.

Entre em contato clicando no link FALE CONOSCO e saiba de mais informações ou pelos telefones: (34) 3084-8446 e (34) 9147-9310.

Inscreva seu e-mail e receba gratuitamente informações sobre o setor florestal:

23 jan 2014

Você sabe quando o Mogno Africano chegou na Austrália?

O governo incentivou o plantio em larga escala principalmente em áreas degradadas pela exploração da mineração

Os plantios homogêneos se iniciaram em 1950.
Os plantios homogêneos se iniciaram em 1950.

O Mogno Africano – Khaya senegalensis – foi introduzido na Austrália na década de 30, sendo utilizada na arborização urbana (calçadas, parques e praças).

Os plantios homogêneos se iniciaram em 1950, próximo à Darwin, na região de Douglas Daly e, a partir de 1970, o governo incentivou o plantio em larga escala principalmente em áreas degradadas pela exploração da mineração. Estima-se que em 2012 houve a consolidação de mais de 100 mil hectares de florestas plantadas.

Na Austrália o Mogno Africano – khaya senegalensis – está sendo comercializado a R$8.000,00/m³.

No mercado brasileiro a cotação da madeira nobre serrada de corte principal é em média R$3.000,00/m³ (cerca de 322 m³ de madeira serrada/hectare).

05 mar 2013

Mogno Africano

MOGNO AFRICANO – KHAYA SENEGALENSIS

mogno-africano-senegalensisO Khaya Senegalensis é uma espécie heliofita, ideal para compor projetos de reflorestamento comercial e para compor projetos de consórcios com café, banana, cacau, goiaba e citrus, seringueira, e pode ser usada também em  consórcios com pastagens. É uma árvore extrema beleza,  de porte elevado, em terrenos com boa nutrição e condições satisfatórias de umidade, pode chegar as 50m de altura. O seu tronco é retilíneo.  Espécie ideal para plantio em regiões com índices pluviométricos compreendidos entre 800 a 1600 mm de chuvas por ano, responde bem a irrigação.

Pertence a família das meliáceas, sendo portanto da mesma família do cedro australiano, do mogno indiano(chukrásia tabularis), do nim e da andiroba. Sua madeira é de excelente qualidade, tem coloração avermelhada, sendo fácil de trabalhar , tem elevada durabilidade, com usos na indústria moveleira de luxo, construção naval, na indústria de instrumentos musicais , e tem grande demanda nos países da Europa e Asia.

Sua ocorrência natural é: África Ocidental, Costa do Marfim, Gana, Togo, Nigéria e Sul de Camarões.

No Brasil está apresentado um excelente desenvolvimento nas regiões Centro-Oeste , Nordeste e Sudeste , onde está apresentando os melhores resultados. Para Região Sul, o Khaya Niasyca e Anthotheca são mais indicados  por serem mais tolerantes a baixas temperaturas.

KHAYA YVORENSIS OU KHAYA IVORENSIS

mogno-africano-ivorensisO Mogno Africano – Khaya Yvorensis (ivorensis)é  originário  da África Ocidental; Costa do Marfim; Sul de Camarões; Nigéria ; Togo e Gana, é mais comum de ser encontrado nas zonas de alta pluviosidade da Floresta Alta, localiza a partir da Costa do Marfim E Gabão. Em Gana  é encontrada em floresta ombrófila densa,  e em zonas úmidas semidecídua. Uma espécie que tolera sombreamento, na fase jovem, é resistente ao ataque da broca da ponteira.

O Mogno Africano Khaya Ivorensis por ser nativo de regiões de clima quente e com alto índices de chuvas, tem seu desenvolvimento melhorado em regiões onde o índices de chuvas são superiores a 1 400mm anuais. A espécie é muito sensível ao frio, devendo seu plantio ser evitado nas localidades onde os invernos são muito frios. Em solos áridos onde os índices de chuvas fica abaixo de 1200 mm anuais, a variedade Ivorensis não é a mais indicada, porque esta espécie é provida de folhas grandes, e com a longa estiagem do inverno,  perderá muita água pelas folhas,  prejudicando assim o seu desenvolvimento.

Esta espécie pode ser usada com sucesso para plantios em consórcio com outras espécies nobres também de crescimento rápido, podemos sugerir para este consórcio: o mogno indiano (chukrásia tabularis), o neen indiano; a acácia mangium; o cedro australiano; o cedro indiano; o guanandi; o paricá e o pau de balsa, etc. Está espécie pode ser usada em sombreamentos de lavouras cafeeiras, em consórcios com banas, goiaba, cacau, seringueira e outras,  e na Integração Lavoura-Pecuária-Floresta, a iLPF.

O Mogno Africano – Khaya Yvorensis (Ivorensis)é uma árvore de porte elevado e tronco reto, em plantios bem manejados e em solos com boa fertilidade e boas condições hídricas, pode alcançar os 40m de altura e diâmetro superior a 1,00 m na altura do peito.

A madeira do Mogno Africano – Khaya Yvorensis (Ivorensis) é usada na fabricação de móveis de luxo, usos na indústria naval e acabamentos interiores de construções.

A InvestAgro disponibiliza plano para plantio comercial desta espécie  com informações de custos de plantio, comercialização nacional e internacional, manejo e índices de retorno sobre o investimento.

Comercializamos mudas de árvores nobres (Cedro Australiano, Mogno Africano, Guanandi, Teca, Acácia Mangium, entre outras), entre em contato pelos telefones abaixo.

Entre em contato clicando no link FALE CONOSCO e saiba de mais informações ou pelos telefones: (34) 3084-8446 e (34) 9147-9310.

toc dep | giam can nhanh